::Eu::

 

::Meu Humor::

 

::E-mail::



bragalia@uol.com.br

:: LINK-ME ::









::MURAL::


::Os Arquivos::



11/06/2006 a 17/06/2006>
04/06/2006 a 10/06/2006>
16/04/2006 a 22/04/2006>
09/04/2006 a 15/04/2006>
16/10/2005 a 22/10/2005>
14/08/2005 a 20/08/2005>
31/07/2005 a 06/08/2005>
24/07/2005 a 30/07/2005>
17/07/2005 a 23/07/2005>
03/07/2005 a 09/07/2005>
26/06/2005 a 02/07/2005>
05/06/2005 a 11/06/2005>
15/05/2005 a 21/05/2005>
17/04/2005 a 23/04/2005>
03/04/2005 a 09/04/2005>
27/03/2005 a 02/04/2005>
20/03/2005 a 26/03/2005>
06/03/2005 a 12/03/2005>
27/02/2005 a 05/03/2005>
13/02/2005 a 19/02/2005>
06/02/2005 a 12/02/2005>
30/01/2005 a 05/02/2005>
23/01/2005 a 29/01/2005>
16/01/2005 a 22/01/2005>
09/01/2005 a 15/01/2005>
02/01/2005 a 08/01/2005>
26/12/2004 a 01/01/2005>
19/12/2004 a 25/12/2004>
12/12/2004 a 18/12/2004>
05/12/2004 a 11/12/2004>
28/11/2004 a 04/12/2004>
21/11/2004 a 27/11/2004>
14/11/2004 a 20/11/2004>
07/11/2004 a 13/11/2004>
31/10/2004 a 06/11/2004>
24/10/2004 a 30/10/2004>
17/10/2004 a 23/10/2004>
10/10/2004 a 16/10/2004>
03/10/2004 a 09/10/2004>
26/09/2004 a 02/10/2004>
19/09/2004 a 25/09/2004>
12/09/2004 a 18/09/2004>
29/08/2004 a 04/09/2004>
22/08/2004 a 28/08/2004>
08/08/2004 a 14/08/2004>
01/08/2004 a 07/08/2004>
25/07/2004 a 31/07/2004>
18/07/2004 a 24/07/2004>
11/07/2004 a 17/07/2004>
04/07/2004 a 10/07/2004>
27/06/2004 a 03/07/2004>
20/06/2004 a 26/06/2004>
13/06/2004 a 19/06/2004>
06/06/2004 a 12/06/2004>
30/05/2004 a 05/06/2004>
23/05/2004 a 29/05/2004>
16/05/2004 a 22/05/2004>
09/05/2004 a 15/05/2004>
02/05/2004 a 08/05/2004>
25/04/2004 a 01/05/2004>
18/04/2004 a 24/04/2004>
11/04/2004 a 17/04/2004>
04/04/2004 a 10/04/2004>
28/03/2004 a 03/04/2004>
21/03/2004 a 27/03/2004>
14/03/2004 a 20/03/2004>
07/03/2004 a 13/03/2004>




::Meus Amigos::


Por Tanto Amor (my life)
A vida Escrita à Mão
Antes feio, o blog
Coisas de Tio
Mar da Poesia
Mudança de Ventos
Meu Porto
HoraDoCafé
O meu Caminhar
Pobre Poeta
Pedra Brasileira
Um Barco
uma vida um poko diferente
Zumbi Escutando Blues
Imagens/Fotos p Blogs
Mais Imagens
Impressoes De Ontem
Cartas De Elise
Nasci Pra Amar Voce
Retalhos e Pensamentos
Recanto Do Celta
W r i t i n g
Noites Em Claro do Benno
Contra-indicado para diabéticos



Indique esse Blog


::Ouvindo::


Sem_Musica

 

::Layout por::

::Fotografados::

Contador:




S O N H O

Madrugada se faz.

Madrugada para nosso amor. Para o teu sorriso. Para meu pensar .

Me faz sentir a alegria. Monotonia. O teu olhar.

Amanhecendo está.

Fria a noite foi. Nem mais te encontro. Voce partiu.

Mas tem o dia.

E te procuro. Onde estará?

Vejo as crianças com seus sorrisos como se a vida fosse um brincar...

Vejo a esperança brotar do olhar de quem pretende não mais partir...

Sinto a certeza dos navegantes que olham estrelas pra se guiar...

E eu te encontro.

Então sorrio. Olho minha alma a te mirar!

Então eu me seguro nas tuas asas: sonho...

E lá vamos nós... eu e voce, voce e eu... em mais um dia

Pra se sonhar !

...........................................................enquanto houver sol em nosso coraçao podemos partir a cada dia nas asas do sonho.



- Postado por: Marisa Bragalia às 05h17
[ ]




POEMA MOLHADO

Tudo na minha cidade respira chuva...

É água de todo jeito.

E as pessoas se fecham, se reservam, se trancam, permanecem resguardadas.

Meu sorriso hoje amanheceu com esse ar chuvoso, nostálgico, sombrio.

Meu sorriso quase virou tempestade.

De repente, deu vontade de soltar a alma e viver um dia ensolarado.

Viver como se o céu fosse sempre azul e as noites repletas do clarão da lua  e  estrelas a brilhar.

Mas choveu no meu sonho também...

E me resguardo para não chorar... pela dor das pessoas, pela desarmonia mundial, pela fome das crianças, pelos lares que se acabam, pela tortura, pelo desamor...pela solidão de cada coração.

Não... Nao vou  chorar ,  porque minhas lágrimas seriam gotas a mais

E molhariam meu rosto,

Que entristeceu!

........................................................................Que cada momento seja uma oportunidade para voce melhorar o mundo à sua volta! Beijo grande no coração.



- Postado por: Marisa Bragalia às 06h38
[ ]




p l e n i t u d e . . .

Mãe e mulher - sinônimos eternos

Porque ser mãe é mais que procriar.

Mãe é toda mulher que dá amor e se dedica para o bem de outra vida..

Há mães de sangue, mas também há enfermeiras, professoras

E há mães que são mãe da própria mãe !

Ser mãe é o Ministério de Amor de uma mulher.

Mãe é toda mulher que acode, que sustenta, que gasta horas, se desprende, que aperta ao coração.

Mãe é bálsamo que consola...

É a canção depois da luta...

Ë a vida inserida para o bem da outra vida.

Deus ao fazer as mães quis ensinar a perfeição do seu amor.

Mãe- que nome grande! Nota maior de toda sinfonia!

Mãe- que nome grande! Tom afinado de cada melodia!

E por saber que a mãe seria assim

Eterna e Unica...

O próprio DEUS ao nascer quis ter a Sua.

 .............................................................................(Perdi a minha mãe ainda menina. Sem ela minha vida teve seu encanto e seu desencanto. Hoje resolvi homenagear a toda mulher...a toda mãe... porque ser mãe é mais que procriar)



- Postado por: Marisa Bragalia às 06h17
[ ]




I S A B E L L A

Havia um botao de rosa em nosso jardim.

De longe exalava seu perfume, sua presença era marcante, determinada e firme.

Era o nosso botão preferido!

Borboletas e passarinhos brincavam alegres com nosso botão de rosa.

Era doce sentir seu cheiro, afagar suas pétalas, contemplar o seu encanto.

Mas a brevidade do tempo, o inverno traiçoeiro, fez nosso botão de rosa murchar.

E entao, o Jardineiro, que é tão sábio e verdadeiro, permitiu que esse botão fosse tirado de nós

Para brotar mais tarde num próximo jardim que teremos.

Sua estada entre nós foi curta mas sua presença será eterna em nosso coração.

Pense em nosso botão de rosa com toda a alegria que voce conseguir... porque sempre foram alegres os seus dias.

Pense em Isabella  sem lágrimas em seus olhos, sem tristeza no seu coração porque a lição de seus breves dias veio nos ensinar uma verdade gande... Que o amor precisa ser sentido e praticado  em cada oportunidade, em todos os momentos, e que o amnhã é  um outro dia e sempre pode ser tarde demais.

Com Isabella era assim:

A pureza e a meiguice de todas as crianças...transbordavam nela.

Chegou no mês das noivas, no mês das mães, no mês das rainhas... Era doce e calma naquele seu olhar esverdeado de olhos grandes e felizes.

Sugou da mamãe o néctar do amor, da dedicação, do companheirismo.

Do papai teve a presença, o chamego, o carinho e foi se tornando seu retrato parecidos na amizade.

Dos avós os paparicos, o amor exagerado, a paixão desenfreada, o encanto e a alegria dos encontros domingueiros. O almoço tão gostoso  com refrigerante e tudo! A mochila e o travesseiro pra passar uma temporada. O tapete lá da sala que virava uma casinha!

Dos titios foi a primeira, disputada com carinho numa guerra de ciumes.

Isabella era assim: Onde chegava, alegria vinha junto! dançava Dannyela Mercury, Via novela das seis, parecia gente grande quando entrava nas conversas!

Era pura  e serena como a tarde após a chuva...

falava da professora, da piscina de bolinhas, das aulas de natação.

Sabia que era amada e sorrindo sempre dizia que ia ser bailarina quando fosse gente grande!

Em sua breve vida, foi feliz. teve as coisas que sonhava, suas barbies, seus joguinhos, o carinho e  a amizade dos amigos de montão... seu coelhinho companheiro, o seu peixinho "Carol" motivos do seu orgulho.

Isabelinha viveu tão pouco... mas viveu em plenitude. E nas horinhas de sono, ajoelhava ao pé da cama e falava ao Pai do Céu, pois já sabia rezar.

Isabelinha era isto e muito mais. E viverá sempre assim nas lembranças de meus dias!

Não chore, por favor, ao pensar na Isabella.

Ela foi uma florzinha que brotou e por quase 4 anos perfumou o jardim de tantos corações!

Temos ainda seu cheiro, temos seu encanto,temos ainda o dever de ser cada dia melhores pessoas e amar desinteressadamente.

Vamos lembrá-la assim:

COMO SE FOSSE UM BOTÃO DE ROSA QUE MUDOU PRA OUTRO JARDIM!

Nao acabou. Não acabou porque o amor não termina. O amor não morre.

Em breve , quando Deus recriar esta terra novamente, vamos dispor de um mundo novo, sem tristezas, sem dores, sem saudades...

E vamos poder tocar, abraçar, beijar Isabellinha.

A nossa Isabellinha! Que esta seja a esperança de nossos corações!

Até lá, não chore, por favor...

................................................................. poema escrito as 03:15 da primeira madrugada sem Isabella, dia 03 de março de 1995. Isabella completaria 4 anos em maio e morreu...talvez por erro médico. Nada foi diagnosticado. Isabella era minha sobrinha.

 

 

 

 

 



- Postado por: Marisa Bragalia às 06h15
[ ]




Poema só

Onde estão aquelas crianças que pulavam amarelinha?

Para onde foi o cantar dos galos que acordavam as manhãs?

Que foi feito das cadeiras que ficavam nas calçadas?

Meu poema ficou só. Perdeu a rima.

Tal como o homem, perdeu a vida.

Passou a viver de supérfluos...

E em meio ao movimento e à violência das cidades perco-me...

Está cinza o céu. Os dentes não estão à mostra. Sorrisos se calaram.

Corre-se muito tentando ganhar...e nunca se tem.

E pensar que um dia...se foi feliz sem air bag, sem os fast foods, sem o movimento constante de ir e vir.

Felicidade de ontem estava no entrelaçar de mãos e sentidos.

Felicidade hoje...se compra na galeria que abriu naquela esquina!

Se compra...mas nunca se tem o dinheiro todo.

Por isso...cessaram os sorrisos!

........................................................(SOCORRO! O homem , mesmo na multidão, está sozinho!)



- Postado por: Marisa Bragalia às 06h06
[ ]